Switch e OLT: Saiba como proteger seus equipamentos

27 de abril de 2022

Nos últimos anos, a preocupação com relação à segurança cresceu muito e cada vez mais falamos sobre ataques cibernéticos contra organizações. Acompanhando essa ascensão, as consultorias para ISP com foco na segurança em TI também se tornaram comuns. 

Pensando nisso, você sabe como proteger seus equipamentos?

Os ISPs (provedores de internet) têm razão em estarem atentos e preocupados com esses problemas. Mas é preciso ressaltar que nem todos os ataques estão relacionados a invasão ou vazamento de dados. 

Os DDoS, ataques de negação de serviço distribuído ou Distributed Denial of Service, são os mais comuns. Eles atuam se aproveitando da capacidade limitada do sistema e realizando acessos simultâneos, com a intenção de inativar o servidor.

São muitas as causas desses ataques e, apesar de parecer uma “simples” queda no sistema, eles são complicados de serem resolvidos e podem custar muito para os gestores. 

Sendo assim, separamos algumas estratégias para ajudar você e seu provedor de internet a proteger seus equipamentos Switches e OLTs dos DDoS, bem como dados e informações importantes.

Boa leitura!

Por que proteger sua empresa contra ataques cibernéticos?

CTA

A perda de dados em um negócio pode ter impactos terríveis, não somente financeiros, mas para a reputação da marca também. Então, além dos seus equipamentos, é essencial proteger sua empresa de DDoS e DoS em todos os setores. 

homens apertando as mãos

Com as perdas, os investidores, clientes e parceiros passam a se sentir inseguros ao compartilhar dados, perdendo a confiança e a segurança em transações com a empresa. Seu nome comercial passa a ser desvalorizado perante o mercado.

Então, vamos aprender mais sobre como ter mais segurança em sua estrutura de rede. 

Leia mais: Tudo sobre segurança de rede em empresas | Gerenciatec

O que é Switch?

Vamos começar pelo básico. O Switch, também conhecido como comutador, é um dispositivo de rede capaz de interconectar diversos elementos e atuar como ponte.

Eles conseguem conectar computadores de um escritório, impressoras e todas as outras categorias de dispositivos que possam se comunicar, incluindo Wi-Fi.

Benefícios de investir em um equipamento Switch

Os Switches são equipamentos importantes quando falamos sobre rede e transmissão de informações. 

Além disso, são considerados uma evolução do hub, também responsável por conectar dispositivos em uma mesma rede local de computadores (LAN).

Entretanto, os Switches não apenas retransmitem ou refletem dados que chegam a ele por meio das bases, como os hubs. Eles são dinâmicos e responsáveis por conectar diversos dispositivos ou até mesmo realizar conexões diretas com as estações.

Então, podemos dizer que uma das principais vantagens em adquirir um Switch é aumentar a capacidade de desempenho da rede, afinal, as comunicações passam a estar constantemente disponíveis, evitando congestionamento nas redes de dados.

Os Switches, como dispositivos de rede inteligente, conseguem diferenciar qual o receptor ou computador final para onde irão os dados, considerando exatamente a porta necessária para que as informações cheguem até eles. 

Dessa forma, eles garantem uma redução de custos importantes, minimizando gargalos operacionais e demonstrando um excelente custo-benefício quando comparado a outros equipamentos. 

Além disso, o Switch consegue fornecer escalabilidade, aumento da eficiência operacional, conectividade, mobilidade e segurança de dados.

Vamos falar de outro dispositivo de rede importante para manter as conexões de forma segura e fluida, o OLT. Acompanhe para saber mais.

Leia mais: Como otimizar a infraestrutura de TI e reduzir custos? 

O que é OLT?

Como manter a segurança dos equipamentos Switch e OLT? | Gerenciatec

Seguindo para outro dispositivo importante para os ISPs, o Optical Line Terminal (OLT) é conhecido como terminação ou terminal de linha óptica, um equipamento de hardware final capaz de concentrar fluxos de dados e serviços. 

Desse modo, o OLT atua como uma plataforma, sendo responsável por enviar e receber informação das ONTs (Optical Network Terminal) e gerenciamento do sistema de uma rede GPON.

O equipamento OLT ainda recebe informações do link de internet do provedor ou outros serviços que podem vir do seu roteador de saída ou borda. 

Por que ter um equipamento OLT em sua empresa?

A escolha de um OLT de qualidade para provedores de internet e empresas de rede é essencial, afinal, ele é responsável por gerenciar a distribuição do sinal óptico.

Ele recebe os dados do link de internet, o sinal é processado e então transmitido por um OLT através da rede de distribuição óptica, funcionando como uma plataforma.

Leia mais: Gestão de TI em empresas: benefícios e por que investir

Como proteger seus equipamentos Switch e OLTs?

Com equipamentos tão importantes para o funcionamento de redes e transmissão de informações é inevitável se preocupar em como manter eles seguros. 

Então, confira algumas estratégias para ter mais segurança em sua rede.

Leia mais: 6 Dicas sobre como montar um provedor de internet

Firmware

Para começar, procure deixar seus equipamentos sempre atualizados, por exemplo, o Firmware, um conjunto de instruções operacionais ligadas diretamente ao hardware dos equipamentos eletrônicos, do mesmo modo que Switch e OLT.

É ele quem irá manter a composição original do seu equipamento constante e inalterada. 

Manter a prática de sempre deixar seu equipamento na última versão vai auxiliar na proteção contra ataques DDoS ou DoS, falhas de segurança e correção de problemas.

Controle os endereços IPs

Além do Firmware, controlar quais endereços IPs acessam o equipamento também é uma ótima opção para garantir mais segurança. Afinal, você não quer que qualquer um tenha livre acesso às informações do seu equipamento.

Para evitar que ele fique vulnerável é possível criar listas e filtros de controles com base nos endereços que realmente precisam acessar. 

Deste modo, você consegue, por configurações, bloquear endereços indesejados e potencialmente perigosos ao seu sistema. 

Autenticação, autorização e serviços de contabilidade

Por meio de alguns protocolos como RADIUS e TACACS + é possível administrar mais facilmente quais usuários poderão ter acesso aos equipamentos

Outra ótima opção é utilizar servidores centralizados, garantindo que estes protocolos possam ser configurados do mesmo local. 

O RADIUS é um eficiente sistema de autenticação que possui vantagens como compatibilidade com diferentes sistemas e segurança, por meio do uso de um segredo compartilhado para as transferências de dados. 

Seu modelo cliente/servidor permite maior controle de limites de acesso e tempo máximo de conexão.

Além disso, suas propriedades de flexibilidade e adaptabilidade garantem que ele atue em diversos dispositivos e com grande capacidade de processamento

O protocolo extensível permite que possam ser estabelecidos novos parâmetros e mecanismos de autenticação. 

Já o TACACS + é um processo de autenticação remoto, usado para comunicação com servidores de autenticação. 

A principal diferença entre ambos é que o TACACS + separa a funcionalidade de autorização, enquanto o RADIUS combina a autenticação e a autorização.

Configurações fortalecidas para proteger seus equipamentos

Algumas etapas podem parecer simples, mas também auxiliam quando queremos maior proteção aos equipamentos. Senhas fortes, usuários com privilégios restritos e definidos são algumas opções. 

Não faz sentido deixar funcionários primários terem acesso a configurações de alto nível no sistema. Alterar essa configuração para permitir somente administradores, entre outras restrições, vai auxiliar no momento de verificação de acessos indevidos.

Além disso, manter sua data e hora atualizada é importante para análises de LOGs e alarmes no equipamento. Você ainda pode optar por servidores com autenticação de senha, garantindo ainda mais segurança.

Telnet, Comunidade “Public” e SNMPv3

Desabilitar o Telnet, um protocolo de rede em que é possível realizar comunicação de portas, e optar por outros modelos, como o SSH, com criptografia, permite que você dificulte a análise do tráfego em sua rede.

Já o SNMP, o protocolo mais utilizado para estar ciente de ativos de rede e serviços, possui a versão 3 que fornece um acesso mais seguro aos dispositivos por meio de uma combinação entre autenticação e criptografia de pacotes da rede.

Alterar a comunidade “public” dentro do SNMP é uma configuração simples, mas importante para implementar segurança. O uso de comunidades mais específicas para leitura e escrita restringe o acesso de usuários não autorizados.

LOG e Controle de Banda

Como manter a segurança dos equipamentos Switch e OLT? | Gerenciatec

Se seus equipamentos estiverem gerando LOGs é possível verificar a entrada e saída de sua rede, tanto de usuários autenticados quanto não autorizados. Porém, para manter a segurança é necessário realizar análises frequentes.

Realizar a segmentação de tráfego por VLAN é ótimo para definir endereços web confiáveis, impedindo exposição a riscos, como também o acesso e compartilhamento de arquivos e garantir a confidencialidade de informações da empresa e dos usuários.

Controle da tempestade de pacotes e Backup

Além de todos os meios de proteger seus equipamentos que citamos até agora, também é essencial monitorar os pacotes recebidos, ativando o storm-control. 

Logo, é possível se prevenir de possíveis sobrecargas e descartar pacotes quando chegar a um limite estabelecido.

Outro item importante e que não poderia faltar é o backup das informações. Desse modo, você transfere todas as informações importantes dos dispositivos e se previne em caso de possíveis problemas como invasões, perdas de configurações e outros.

Continue lendo para entender porque ter a presença de uma equipe especializada em segurança digital é tão importante para os ISP se protegerem de DDoS.

Leia mais: Como ter proteção e evitar ataques DDoS em seu ISP

Por que consultorias de segurança digital são essenciais para proteger seus equipamentos e sua empresa?

Como manter a segurança dos equipamentos Switch e OLT? | Gerenciatec

Por fim, é de extrema importância realizar uma gestão pensada para a segurança de dados dos colaboradores, clientes, funcionários e para a empresa.

Caso isso não ocorra de maneira eficiente e ágil, o sistema de redes pode ficar vulnerável a ataques. A função de cuidar da segurança deve ser prioridade e realizada por pessoas de confiança. 

São muitos os detalhes que podem deixar brechas na seguridade da empresa, por isso, realizar uma consultoria pode ser uma ótima opção para garantir o sucesso em seu negócio de maneira efetiva.

A consultoria de segurança digital é um serviço necessário para os mais diversos segmentos da empresa e consegue detectar inconformidades no sistema que podem ameaçar a segurança dos dados.

Com a Gerenciatec, você tem a sua disposição uma equipe especializada, com experiência em gestão de TI e segurança digital para lidar com todas as possíveis brechas em seu sistema. 

Um serviço que garante segurança, eficiência e resultados de maneira rápida e econômica.

Para melhorar sua segurança e manter seus dados longe de ataques é necessário avaliar e descobrir a estratégia ideal com foco na resolução do seu problema. Conte com um serviço de consultoria de segurança digital de confiança. 

Conheça a Gerenciatec:

CTA

Leia também